ANIMAL TESTING

 

Declaração da Coty em relação a testes em animais

A Coty Inc. é líder no setor da beleza a nível mundial. Desenvolvemos um portfólio de marcas notáveis e oferecemos produtos inovadores de excecional qualidade, em relação aos quais estamos empenhados em manter os mais elevados níveis possíveis de segurança para os consumidores. Antes de lançarmos um produto no mercado, avaliamo-lo rigorosamente para assegurar que é seguro para a utilização humana e para o ambiente e que cumpre todas as leis, regras e regulamentos aplicáveis. As nossas avaliações de segurança em relação aos ingredientes de cosméticos baseiam-se na utilização de alternativas reconhecidas aos testes em animais, na utilização de dados de segurança existentes e, cada vez mais, na partilha desses dados com outros setores.

Nós não realizamos testes em animais relativos aos nossos produtos ou ingredientes e nunca contratamos quaisquer terceiros para o fazer em nosso nome. A COTY cessou voluntariamente os testes de produtos cosméticos em animais em 1991, muito antes da proibição oficial europeia de tais testes em 2004, estando ativamente envolvida, desde há vários anos, na investigação e desenvolvimento de alternativas a testes em animais. A COTY faz parte da SEURAT-1, a única iniciativa de parceria público-privada significativa com o objetivo de desenvolver alternativas aos testes de produtos cosméticos em animais, com uma contribuição total de 50 milhões de euros financiada em partes iguais pela Comissão Europeia e pela indústria cosmética, que conseguiu estabelecer bases suficientes para definir a estratégia e a colaboração estratégica que serão essenciais para o desenvolvimento de métodos alternativos adicionais, por ex., para toxicidade sistémica.

É do conhecimento comum que a China é atualmente o único país que exige testes obrigatórios em animais para todos os produtos cosméticos importados para o país. No entanto, temos estado ativamente envolvidos na conversação com as autoridades e entidades reguladoras chinesas, incluindo através da nossa adesão à Associação Chinesa das Indústrias de Fragrância, Aromas e Cosméticos (CAFFCI, China Association of Fragrance Flavor and Cosmetic Industries). Por conseguinte, a China começou recentemente a investigar formas de substituir os testes em animais, tendo procurado a ajuda de cientistas europeus.

O objetivo comum de todos estes esforços é a nossa intenção de substituir, na íntegra, os testes em animais.